Crítica | Tabu (HQ nacional): não é chocante

Tabu é, basicamente, uma tentativa de “vou te choquei”. Ele não conta grandes histórias, apenas trata de temas tabu (daí o título). A HQ foi lançada pela editora Mino, em 2019, e consiste em três histórias, cada uma escrita por um autor diferente.

Apenas uma extração dentária. Só uma viagem ordinária de duas amigas para um sítio escondido. Nada mais do que um jantar com uma colega.

O maior problema desta antologia é a “embalagem”. Quando comprei, pensei que a capa teria escrito apenas “Tabu” e achei interessante, por ser simples e direto. Na verdade, aquilo não era uma capa, mas uma embalagem feita de um material que associei a saco de lixo (não que o conteúdo seja um lixo). Eu o abri com muito desgosto.

Cada história é um livro separado, sem que qualquer uma delas tenha escrito “Tabu” na capa. Além de ser ruim de guardar, já que são três livros altos, não cria identidade para a obra depois de o pacote ser aberto. Péssimo.

Agora falarei sobre cada uma das histórias, na ordem em que são mencionadas na sinopse. Spoilers são inevitáveis.

Juízo, de Amanda Miranda

Essa é, de muito, mas muito longe, a melhor das histórias de Tabu. Ela faz uma analogia entre aborto e a extração do siso. Por mais que Juízo flerte com a ideia de fazer a revelação ser um plot twist, ele não esconde que o aspecto dentário é só uma analogia.

Esta perspectiva pode passar uma sensação de incompletude, como se Juízo fosse uma história pela metade, todavia, o objetivo da abordagem diferenciada se justifica, permitindo a liberdade criativa de não promover um enredo com começo, meio e fim.

Juízo é uma história bem pesada. Ela fala sobre a maternidade como se fosse uma coisa puramente ruim, como se os filhos fossem parasitas, meros incômodos desprezíveis. Mais que isso, senti que a protagonista desprezava laços familiares como um todo. É uma narração extremamente amarga e depressiva (com uma arte que casa muito bem com isso).

Juízo é a única das histórias de Tabu que cumpre com sua intenção porque é a única cujo caráter implícito se justifica dentro da linha narrativa.

Piracema, de Jéssica Groke

Piracema é uma história picotada e este é o seu maior defeito. Várias vezes, durante a leitura, tive a impressão de que estava perdendo algo, de que faltavam quadros e conectivos entre as cenas. A narrativa chega perto de ficar confusa, não ficando apenas por ser demasiadamente curta.

A intenção parecia ser tratar da sexualidade entre os jovens, mas fica tudo muito subjetivo. É só um pedaço de aula, um pedido suspeito e uma estranha indicação de masturbação com um peixe. É bem ruim a combinação da falta de discussão do assunto com o pouco aprofundamento no que está acontecendo.

Piracema parece um conjunto de recortes de vida despropositados. É o ponto mais baixo de Tabu. E se tirar o peixe da equação, parece nem fazer sentido estar dentro da obra.

O que tenho a elogiar é a arte. É como se parecessem rabiscos feitos à mão, o que, apesar da simplicidade de alguns “quadros”, confere certa beleza à Piracema. Destaco o desconforto da protagonista com o beijo da mãe.

Cina, de Lalo

Se em Piracema não há história, em Cina a história é fraca. Não que seja ruim, pois a narrativa transcorre de modo interessante e agradável, mas eu não espero de uma obra que contém a amargura de Juízo um clima tão doce e até romântico no trato do tema suicídio.

A discussão feita acerca do ato é pertinente e convincente, tanto por um lado quanto pelo outro. Não tenho muitas críticas negativas à arte, apesar das mãos feias que aparecem aqui e ali, mas o grande destaque negativo fica para o final.

O que podia ser visceral é implícito e mal pode ser considerado suicídio. Novamente, não é ruim, mas é uma decepção, partindo da perspectiva de que a intenção de Tabu é colocar o dedo na ferida.

Tabu é uma obra interessante, mas os comentários do público sobre ela e a sua própria natureza comercial podem iludir os compradores, fazendo-os achar que lerão algo chocante. Na verdade, lerão histórias reflexivas que exigem calma e sensibilidade para serem absorvidas ao máximo.


Link para compra na Amazon: https://amzn.to/2JSxQIo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s