Crítica | Noite das Bruxas Macabra (2014): funcionar não é ser bom

Noite das Bruxas Macabra é o filme dos personagens estranhos. Tem os garotos babacas insistentes que se ferram duas vezes e ainda voltam para atazanar a protagonista, tem o velho super protetor que não se cansa de elogiar a beleza da protagonista, tem o imbecil que fez o trote do “eu gosto da sua amiga”, tem a própria protagonista e, é claro, o mascarado.

Continue lendo