Crítica | We Summon the Darkness (2019): heróis burros

A primeira meia hora de We Summon the Darkness é muito inteligente. Não muito boa, mas inteligente.

Continue lendo